sábado, 29 de abril de 2017

JILL VALENTINE É EXCLUÍDA DE PRÓXIMO JOGO POR SER "BRANCA DEMAIS"


Infelizmente não vai ser dessa vez, Jill. A decisão veio da própria Capcom, que se pronunciou recentemente.

De acordo com um dos assessores da Capcom, o próximo Resident Evil não está tão longe de ser lançado, só  que há um pequeno porém: a Jill pode não aparecer tão cedo.

De acordo com ele, Jill Valentine é "uma personagem branca com padrões inalcançáveis, que pode causar certos traumas para a comunidade negra LGBT, que pode chegar ao suicídio". A Capcom consultou mais de 100 psicólogos, e concluíram que essa é a melhor decisão possível para evitar problemas.

A Capcom anunciou recentemente que pretende lançar um grande título no primeiro semestre do ano que vem, e ao que tudo indica poderá ser um novo Resident Evil. Mas infelizmente dessa vez a nossa querida Jilly ficará de fora.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

RESIDENT EVIL 8 SERÁ BASEADO EM UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS


Resident Evil 8 já está sendo cogitado, e a Capcom já se apressou para buscar inspirações para seu novo tipo de vírus: O L-Vírus (Lacre Vírus).

Ao estudar novas inspirações para criar seu 8º jogo numerado, a Capcom decidiu fazer uma pesquisa em vários países, incluindo o Brasil, e perceberam que as nossas universidade possui uma característica peculiar com relação aos alunos: O LACRE.

Pensando na possibilidade de explorar esse admirável mundo novo, a Capcom selecionou algumas fotos de antes e depois postadas pela conta do Twitter AntesDepoisDaFederal, para ter uma ideia de como seria o antes e depois das infecções causadas pelo L-Vírus no jogo: Confiram algumas imagens selecionadas:






Confira mais imagens na conta do Twitter. Podem haver mais inspirações.

Resident Evil 8 ainda não tem data de produção definida.

PRODUTOR REVELA QUE CHRIS REDFIELD "SEMPRE" FOI DA UMBRELLA


A CASA CAIU. Com o adiamento da DLC Not a Hero, de Resident Evil 7, os desenvolvedores divulgaram novas fotos da demo (onde uma delas mostra o Gameplay do jogo) e informações que podem chocar os fãs.

- Chris Redfield esteve com a Umbrella desde '96. O novo visual é para melhor conectá-lo com aquela época;
- Ele busca rastros da H.C.F. desde 1998, um dos motivos que o fez ir a Rockfort;
- Umas das motivações da busca pelo mutamiceto foi a informação de que ele poderia trazer seus companheiros de volta, incluindo Piers Nivans e, pasmem, Rebecca Chambers..
- Ethan trabalha como engenheiro de sistemas para a Umbrella, sendo responsável pela idealização dos novos helicópteros;
- Ele foi à localização de Mia com o fim de extrair informações e enfim exterminá-la;
- Se casou com Mia para adquirir informações sobre a "empresa misteriosa" que criou Eveline.

Not a Hero estava marcada para vir essa primavera (hemisfério Norte), mas devido ao adiamento ainda não se tem expectativa de data.

domingo, 23 de abril de 2017

VAZA IMAGEM DO NOVO RESIDENT EVIL


Recentemente a Capcom anunciou que já está pensando em começar o Resident Evil 8, e já está escolhendo o elenco perfeito para a nova trama.


A imagem vazada monstra um elenco escolhido a dedo para interpretar os novos inimigos e protagonistas do jogo. Pode-se perceber que o elenco já está portando maquiagem para a fotogrametria, artificio da RE Engine.


A protagonista será Jwcyklleyddsa, e a história se passará no Brasil. Na foto mostra ela com amigas (que estarão no jogo) e alguns inimigos do jogo, dentre eles: Baleia Azul, Crackuda da Zona Leste e o mais perigoso de todos, o LACRER. Não é difícil identificar as B.O.W.s. na foto.

O jogo se passará no Brasil e pretende abordar a diversidade, que será bastante utilizada em jogos futuros.


O jogo não tem data de produção ainda.

RESIDENT EVIL 3 REMAKE ABORDARA A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER


Resident Evil 2 Remake fora anunciado e a partir daí não se houve sequer notícias sobre a produção do jogo. Agora, chegou a vez de falar do Resident Evil 3.

No remake de Resident Evil 3 os produtores pretendem abordar a violência que o Nemesis, o antagonista do jogo, pratica contra a protagonista, Jill Valentine, durante boa parte do jogo, enquanto não haverá nenhum homem para ajudá-la (o Carlos será uma travesti chamada Vanessa). 

O objetivo é fazer a analogia a violencia contra a mulher e o feminicidio. A única saída de Jill escapar da cidade é com sua nova amiga Vanessa, já que não se pode confiar no Chris, pois ele é homem. O jogo também focará no romance entre as duas personagens, que será barrado pelo governo dos Estados Unidos (Vanessa é latina).

Assim como RE2 Remake, não se há mais informações sobre o game. 

sábado, 22 de abril de 2017

DLC NOT A HERO, DE RESIDENT EVIL 7, TERÁ CENA DE SEXO


Com a chegada da primavera no Hemisfério Norte, estamos cada vez mais perto de receber notícias oficiais sobre a DLC Not a Hero, de Resident Evil 7, que promete responder algumas questões sobre o final do jogo e destino de alguns personagens, incluindo a do protagonista da mesma, Chris Redfield.

A DLC também passará a abordar, em flashbacks, o relacionamento de Chris com sua parceira Jill Valentine, após seu reencontro em RE5 e logo antes de RE7, e revelará o pivô que levou Chris a se tornar o que tornou. Mas o que poderia ser? Ainda não sabemos.

Em um dos flashbacks haverá uma cena onde a relação entre os dois atinge o ápice, ocorrendo o que nem mesmo os fãs esperavam: Uma relação sexual. Não será bastante explícita, seguirá a fórmula de algumas séries de TV da atualidade.

Os produtores explicam que pretendem explorar o lado mais humano dos personagens, e isso inclui corrupção, medo e até mesmo desejos sexuais.

A DLC está pra vir logo, e nos trará grandes surpresas sobre o futuro da franquia.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

SPOILERS DE RESIDENT EVIL VENDETTA REVELAM DESTINO CRUEL PARA PERSONAGEM


Vazaram em fóruns spoilers de Resident Evil Vendetta que mostram nada mais do que o inusitado desfecho do filme, e com certeza alguns fãs de Leon S. Kennedy não irão gostar.

[SPOILER ALERT]

De acordo com o vazamento, acontecerá um grande plot twist com relação Chris e Leon. A cidade de New York é infectada pelo Trigger Virus e não há mais salvação, a não ser um míssil nuclear. A maior tragédia estadunidense desde o 11 de setembro.


Chris se vira contra tudo que ele lutava e acaba matando seus companheiros, incluindo Leon, que acaba tendo seu desfecho trágico e enfim sua última aparição de vez na franquia. Mas por que o Chris faria isso? Simples: Ele não é Chris.

O nome verdadeiro de Glenn Arias, o vilão do novo filme, é na verdade Chris Redfield, e se escondeu durante esse tempo todo para aperfeiçoar seus planos. Para isso, ele criou um "fantoche" que passou a se denominar Chris Redfield, e ficar em seu lugar civilmente, para assim obter dados sobre o "outro lado" assim que ele sucumbisse à luta contra o bioterrorismo.

Essa informação também explica o fato desse "Chris" se parecer bastante com o personagem apresentado no jogo Resident Evil 7, lançado no inicio do ano.


Concluindo, o filme servirá realmente de background para o RE7, só que não como nós esperávamos. Só rezamos pelo desfecho disso tudo.

Resident Evil Vendetta está para ser lançado dia 27 de Maio no Japão. A DLC Not a Hero, de Resident Evil 7, ainda não tem data marcada.

terça-feira, 4 de abril de 2017

NOVA PERSONAGEM DE RESIDENT EVIL SERÁ NEGRA, LÉSBICA E BASEADA NA HILLARY CLINTON


Em homenagem aos 21 anos da franquia, a Capcom resolveu anunciar um novo jogo aos portáteis: O Resident Evil Mobile. Nele, você poderá olhar pelo lado do "bioterrorismo" e verá que essas pessoas não são tão ruins assim.

O novo game de da Capcom que será lançado para as plataformas iOS, Android e Nintendo Mobile Switch, abordará o tema "bioterrorismo" ao ponto de vista daqueles que o pratica. A intenção é mostrar que nem todos que praticam o ato tendem a compactuar com as guerras e criação em massa de armas biológicas ocasionadas per ele, ou seja, existem bioterroristas "moderados".

A história será focada em Emilia Rosenberg, uma personagem negra, lésbica e com história de inspiração baseada na Hillary Clinton, que perdeu as últimas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Emilia perdeu seus pais para empresas como BSAA e TerraSave, e desde então usa isso como motivação para aqueles quem eles caçam, mostrando que nem todos são más pessoas. Ela também é uma ativista pelo direito dos zumbis e B.O.W.s.

O jogo também abordará temas sociais que são bastante discutimos atualmente, como machismo, racismo, nazismo, homofobia, transfobia, pedofobia... Além de, claro, a xenofobia contra zumbis.

Resident Evil Mobile será lançado no final do ano como forma de protesto. A data oficial ainda não foi anunciada.

sábado, 1 de abril de 2017

LEON S KENNEDY SERÁ UMA MULHER EM NOVA ADAPTAÇÃO DA NETFLIX


Faz muito tempo que surgiu a notícia sobre o interesse em criar uma série baseada no universo Resident Evil, sendo ela criada pela franquia de live-actions Paul W.S. Anderson, logo após o lançamento do capítulo final.

Agora, depois do lançamento do último título, The Final Chapter, Paul Anderson finalmente revelou detalhes sobre a nova adaptação, feita em nome da Capcom em parceria com a Netflix, cujas filmagens estão prestes a começar.

Paul Anderson explicou que o seriado será um "reboot" dos filmes, que será mais fiel à obra original e será uma sequência direta do primeiro filme de 2002, focando no incidente em Raccoon City, mas invés da ideia original, Resident Evil 2, o game terá apenas uma protagonista, e não, não é a Claire Redfield.

Leon S, Kennedy será uma versão feminina chamada Leona, e seu objetivo na cidade é impedir que seus amigos sejam dizimados pelos zumbis, que portarão armas brancas e até mesmo de fogo, ao mesmo tempo que encontra Alice e até mesmo o arqui-inimigo de Jill Valentine, o Nemesis. O objetivo é fazer algo que ele nunca tinha feito antes.

Paul explicou que isso é pra levantar a importância de personagens femininas em momentos de ação, e a melhor maneira é escolhendo um dos personagens mais icônicos dos jogos e transformá-lo em um símbolo feminista.

A série está planejada para ser lançada no segundo semestre do ano que vem.